Notícias

Pirâmides na Antártida?

Pirâmides na Antártida?

Nos últimos dias começou a ganhar voz, com força e insistência, a notícia da suposta descoberta de pirâmides na Antártida. Apesar de a informação não ter sido confirmada ou desmentida por nenhuma fontes oficial, muitos websites têm feito eco a esta possibilidade com a divulgação de algumas imagens que apontam para a veracidade desta versão. Pelas fotos, é possível observar estruturas piramidais no continente gelado, algumas delas obtidas pelo Programa Integrado de Perfuração Oceânica (Integrated Ocean Drilling Program), um projeto internacional de exploração submarina.

Várias hipóteses foram formuladas em torno destas imagens, como a de que a Antártida pode ter oferecido um clima favorável para o desenvolvimento de uma civilização há milhares de anos e que, agora, poderíamos começar a encontrar vestígios disso. Além disso, há também a especulação de que haveria existido o contato de seus habitantes com os de outros lugares do mundo antigo, como México, Egito, Indonésia, e demais localidades onde foram, recentemente, encontradas outras construções, como na Bósnia.

Diretores do Museu de Manchester ainda procurando uma explicação para um mistério em torno de uma estátua egípcia que, de acordo com imagens de um vídeo (assista ao vídeo), teria girado 180 graus, sozinha, dentro do vidro em que está exposta.
 
 
 

Ainda falta, certamente, uma confirmação deste feito na Antártida, o que seria uma revelação sem precedentes para o estudo da história da humanidade, mesmo que a afirmação deste fato pareça algo distante. De qualquer maneira, real ou não, isso coloca à vista o que poderia ser imaginado neste momento e confirma que o continente gelado da Terra é um dos lugares mais misteriosos do nosso planeta e que gera imensa curiosidade, assim como as pirâmides, cuja construção ainda é um dos mais poderosos enigmas da história.

 
 
 
VEJA TAMBÉM:
 
Olhos voltados para o céu, alertas astronômicos, relatos extraordinários, visões deslumbrantes e assustadoras... Confira o que você perdeu.
 
 
 
 
 
 
Com a ajuda de um robô, os investigadores encontraram ruínas a 700 metros de profundidade e não demorou muito para que os achados fossem vinculados ao mito de Atlântida.
 
 
 
 
Uma descoberta incrível teria sido realizada por um velejador português, entre as ilhas Terceira e São Miguel, no arquipélago Açores.
 
 
 
 
 
 

As formações espiraladas no SaaraImpossível ficar indiferente a esta formação em espiral, composta por 89 cones no deserto do Saara, na borda entre o Mar Vermelho, na localidade de El Gouna, no Egito.

 
 
 
 
Surpreendente! A análise da matéria orgânica encontrada na Pirâmide da Bósnia do Sol indica que ela teria 25 mil anos, ou seja, seria 20 mil anos anterior aos babilônios e sumérios!
 
 
 
 
 
Artigos relacionados